A Cultura & Tradições dos Açores: Um Legado Único

Um olhar atento sobre a cultura dos Açores

 

A cultura dos Açores é fortemente marcada pela vivência entre o mar e a terra, entre a fé e o quotidiano. Permanece viva nos usos e costumes da população, apesar de algumas práticas terem perdido força ao longo dos tempos. 

 

Breve História dos Açores

Não há um consenso sobre a data exacta da descoberta dos Açores (séc. XIV ou XV), mas há uma concordância geral sobre a ordem de descoberta das ilhas. Santa Maria foi a primeira, e São Miguel a segunda. Os primeiros documentos que atestam o povoamento ou (re)descoberta dos Açores datam do século XV. Seja como for, a excelente posição geográfica e a fertilidade dos solos vulcânicos das ilhas descomplicaram o processo de povoamento e, assim, as pessoas começaram a viajar de Portugal Continental para aqui começarem uma nova vida. 

Seguiu-se a descoberta da Ilha Terceira, cujo nome inicial era Ilha de Jesus Cristo. Angra do Heroísmo foi duas vezes capital de Portugal, ainda que sob circunstâncias críticas. A primeira vez foi durante as invasões de Espanha a Portugal, que culminaram no domínio do território português sob a alçada da dinastia Filipina entre 1580 e 1640. Angra foi ainda o último reduto português a ser anexado por Espanha, talvez pela destreza e determinação do seu povo.

Os terceirenses lutaram contra as tropas filipinas com todas as armas que tinham ao seu alcance - todas mesmo - incluindo vacas. Pode parecer caricato mas é um facto verdadeiro. Em 1581, na Batalha da Salga, os terceirenses derrotaram os espanhóis atacando com… vacas. Os portugueses ao verem os soldados castelhanos tomarem posse de todo o território, tomaram a iniciativa de enviar o gado bravo da ilha sobre estes, conseguindo vencê-los no final. Embora tivessem tentado usar a mesma estratégia na Batalha da Terceira, em 1583, não tiveram a mesma sorte e a submissão dos Açores a Espanha acabou por ocorrer. A segunda vez que Angra foi capital deu-se durante a Guerra Civil Portuguesa, liderada por dois irmãos concorrentes (1828-1834).

As ilhas dos Açores desempenharam um importante papel geopolítico na História de Portugal, funcionando como porto seguro aos navios portugueses durante os tempos dos Descobrimentos e da Carreira da Índia, assim como mais tarde no período das colónias do Norte de África e das Guerras Liberais. Durante as duas Guerras Mundiais, as ilhas constituíram-se como um importante centro de comunicação para os Aliados. Portugal participou na I Guerra Mundial ao lado dos Aliados e até há relatos de uma moradia destruída na freguesia da Fajã de Cima, na Ilha de São Miguel, por uma bomba nazi. Apesar da não participação portuguesa na II Guerra Mundial, os Açores constituíram-se como uma importante base no Atlântico para as Forças Aliadas. Os Estados Unidos da América construíram uma base área na Ilha de Santa Maria, que posteriormente foi mudada para a Ilha Terceira, onde permanece até hoje - Base Aérea das Lajes. 

Hoje em dia, Angra do Heroísmo está classificada como Património Mundial da UNESCO, não fosse o valor histórico e arquitetura dos edifícios do seu centro histórico. A par dessa classificação temos ainda a Paisagem da Cultura da Vinha do Pico, também Património da UNESCO.

 

 

A cultura tradicional dos Açores é muito baseada na religião. Esta é a Sé de Angra do Heroísmo na Ilha Terceira, Açores.
A cultura ancestral dos Açores é de base religiosa

 

Principais Celebrações dos Açores

O povo açoriano é muito religioso, facto refletido nas celebrações que organizam ao longo do ano em homenagem à divindade. Nesta ocasião, muitos descendentes açorianos e também muitos turistas visitam as ilhas para participar nas festas.

Uma das maiores celebrações deste género é a Festa do Santo Cristo dos Milagres, da Ilha de São Miguel, que tem lugar todos os anos no 5º domingo a seguir à Páscoa, em Ponta Delgada. O evento principal da festa é uma procissão pelas ruas da cidade, em que as pessoas seguem a estátua de Jesus Cristo e fazem promessas ao Senhor para o ano que se segue. O culto do Cristo também é celebrado na Graciosa, em Agosto, com igual devoção, e nas várias vilas e freguesias de São Miguel, de forma mais pequena mas igualmente importante.

Outras celebrações religiosas incluem as festas do Divino Espírito Santo, organizadas em todas as ilhas do arquipélago, as Sanjoaninas na Terceira, bem como as romarias da Ilha de São Jorge e de São Miguel, a devoção à Nossa Senhora de Lourdes e os festivais da Santa Maria Madalena e do bom Jesus no Pico. No Faial, organiza-se a festa da Nossa Senhora das Angústias e o festival de São João, entre outros.

Há também outro tipo de eventos nas ilhas - os não religiosos - como o festival de música Maré de Agosto, em Santa Maria; as Festas da Praia na Terceira, onde há a oportunidade de ver as famosas touradas à corda, evento único no mundo inteiro. 

Uma outra tradição dos Açores é a celebração do Carnaval, quando se organizam bailes de disfarces em todo o arquipélago.

 

 

5 Coisas Emblemáticas da Cultura dos Açores

 

A olaria e a cerâmica dos Açores são alguns dos pilares da cultura tradicional dos Açores.
Não deixe de visitar uma loja de cerâmica nas suas férias aos Açores

1. Olaria e Cerâmica

Ainda existem alguns artesãos que mantêm viva esta tradição ancestral. Pode visitar a fábrica da Cerâmica Vieira na Lagoa, na Ilha de São Miguel para uma mudança de cenário e ver de perto como se mantém viva esta tradição numa fábrica centenária. Aquando da sua visita à Ilha Terceira, reserve um lugar numa tour cultural e conheça o trabalho excecional dos pequenos artesãos locais. Escusado será referir que todas as peças são produzidas artesanalmente. 

 

 

O bordado dos Açores tem mais expressão na ilha Terceira, mas faz parte da cultura dos Açores.
Uma arte local

2. Bordado 

Os bordados dos Açores são verdadeiras obras de arte. O destaque vai para o bordado tradicional da Ilha Terceira, onde ainda se pode visitar uma loja tradicional e ver as bordadeiras a trabalhar.

 

 

A religião é uma parte central da cultura dos Açores.
Os impérios da ilha Terceira são distintos de todos os seus homólogos nas restantes ilhas do arquipélago: mais coloridos e vibrantes

3. Romarias e outras celebrações religiosas

Antigamente, as catástrofes naturais eram vistas como um castigo de Deus ao Homem. As romarias começaram em Vila Franca do Campo, na Ilha de São Miguel, depois de um desastroso terremoto, ocorrido em 1522, ter soterrado metade da sua população. Os sobreviventes decidiram construir uma igreja, e todas as quartas-feiras (dia da semana em que ocorreu o terremoto), passaram a visitar aquela igreja em romaria entoando o cântico "Ave Maria”. Esta prática espalhou-se rapidamente pelas outras freguesias da Ilha de São Miguel e tem-se mantido até aos dias de hoje, onde as romarias duram uma semana inteira e percorrem todas as igrejas da maior ilha dos Açores. Para além desta prática, todas as outras festas populares açorianas são - muito provavelmente - de origem religiosa.

 

 

A agricultura e a agropecuária continuam a ocupar um papel central na cultura e vida económica dos Açores.
Estes amigos e amigas são muito importantes para a economia e cultura dos Açores

4. Agricultura & Agropecuária

Os Açores são a terra das “vacas felizes” que pastam livremente nos campos verdes com vista para o oceano Atlântico durante todo o ano. A agropecuária continua a ser uma das principais actividades económicas do arquipélago, e as vacas açorianas são responsáveis ​​pela produção de 50% do queijo do país.

 

 

Touradas à Corda da Ilha Terceira nos Açores - um grande marco da cultura dos Açores
Segue-se uma das maiores atrações da Ilha Terceira

5. Touradas à Corda

As touradas à corda são o evento popular mais famoso da Ilha Terceira e atrai visitantes de todo o mundo. Os touros são simplesmente soltos nas ruas e guiados com cordas, e as pessoas divertem-se (em segurança) ao observar quem é corajoso o suficiente para enfrentar o touro.

 

Pacotes de Viagem

Obtenha $50 de desconto na sua primeira viagem!
Subscreva a nossa newsletter e tenha um desconto de $50 na sua próxima viagem!
Sign up and get $50 off your next purchase with Azores Getaways Travel Rewards Program